Você tem medo da sexta-feira 13? Veja fatos sobre a data

Na cultura ocidental, sexta-feira 13 é considerado um dia de azar. A maioria das pessoas supersticiosas consegue até evitar alguns hábitos nesta data. Embora não haja origem oficial para a “tradição”, várias hipóteses são especuladas.

Aliás, fazendo um panorama histórico, muitos acontecimentos negativos e trágicos aconteceram às sextas-feiras e alguns estão relacionados ao número 13. Datas como hoje realmente “dão sorte ao azar”?

Veja também:

Veja a 1ª imagem do buraco negro no centro da galáxia

Garrafas pet com água no portão. Você sabe para que serve?

Bem, antes de conferir o que há de curioso por trás da sexta-feira 13, é preciso voltar no tempo e entender por que essa data é temida. Do ponto de vista religioso cristão, conta-se que na última ceia de Jesus, que aconteceu numa quinta-feira, ele se reuniu com seus 12 discípulos, perfazendo um total de 13 pessoas na refeição. Jesus morreu no dia seguinte, uma sexta-feira.

A tradição cristã ainda liga o fato de Jesus ter morrido numa sexta-feira ao fato de o livro do Apocalipse apontar o número 13 como a marca da besta, do anticristo. A imperfeição do número 13 também está ligada às inúmeras referências ao número 12 na Bíblia (12 tribos de Israel e 12 discípulos), de modo que o número 13 estaria em desarmonia com o projeto de Deus, que pode ser considerado um dos razões para a origem da superstição.

Além das crenças cristãs, na história, o monarca francês Filipe IV teria ordenado a perseguição da ordem dos Cavaleiros Templários em uma sexta-feira, 13 de outubro de 1307.

Aproximando-se dos tempos atuais, a série de filmes “Sexta-feira 13” também popularizou a ideia de um dia de tragédia, infortúnio e perigo, contando a história de terror e assassinatos provocados pelo personagem fictício Jason. É curioso notar que, até o momento, foram feitos 12 filmes da série e, desde 2009, aguarda-se o 13º trabalho, que daria continuidade à saga.

CURIOSIDADES

Como já foi dito, existem várias superstições sobre a data. Evitar cruzar com gatos pretos, passar por baixo de escadas e quebrar espelhos são alguns exemplos de crenças, que podem ser consideradas bobas por muitas pessoas. No entanto, existem outras curiosidades que ligam a sexta-feira 13 ao azar. Veja alguns abaixo:

Mitologia nórdica

Segundo a lenda, o mal e a agitação foram introduzidos no mundo após a aparição de Loki em um jantar em Valhalla. Como o 13º participante, Loki, que era conhecido como o deus da trapaça e do mal, perturbou o jantar dos 12 deuses presentes e armou uma briga que resultou na morte de um deles. Desde então, o número 13 é visto como um mau presságio.

Impactos na economia

Estima-se que a cada ano, sexta-feira 13, resulte em perdas financeiras superiores a US$ 800 milhões.

12 e 14

De acordo com o Stress Management Center e o Phobia Institute em Asheville, Carolina do Norte, mais de 80% dos edifícios nos Estados Unidos não têm um 13º andar. Assim, no elevador, os números são 12 e 14. Algumas lojas de departamentos brasileiras não têm 13 em suas unidades, assim como restaurantes que não enumeram uma das mesas do salão com 13.

Fobia

O medo da sexta-feira 13 tornou-se reconhecido na medicina e existe uma síndrome chamada paraskevidekatriaphobia para nomear a fobia que algumas pessoas enfrentam em relação à data.

Tragédias

Muitas tragédias mundiais foram registradas em uma sexta-feira 13, entre elas a destruição do Palácio de Buckingham durante a Segunda Guerra Mundial, o navio de cruzeiro Costa Concordia naufragou na Itália e causou a morte de 32 pessoas em 2012 e um grande incêndio florestal que atingiu a Austrália, onde o fogo começou a se espalhar em 13 de janeiro de 1939. Na época, 700 casas foram queimadas, 71 pessoas morreram e o fogo consumiu 575 hectares de terra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.