UFC: Rakic ​​sofre lesão no joelho, Blachowicz vence Main Event | combate

UFC Blachowicz x Rakic ​​terminou de forma frustrante. Aleksandar Rakic ​​estava superior após dois rounds, mas sofreu uma lesão no joelho direito ao andar para trás e viu Jan Blachowicz sair com a vitória por nocaute técnico aos 1m11s do terceiro round. Com o resultado, o polonês pediu mais uma chance pelo cinturão dos meio-pesados ​​(até 93kg), que era seu até ser superado por Glover Teixeira.

Jan Blachowicz derrotou Aleksandar Rakic ​​por nocaute técnico aos 1min11 do R3 – Foto: Getty Images

Mais rápido, Rakic ​​rapidamente encontrou a distância para acertar a pole e usou a melhor técnica de trocação para ter os melhores momentos do round. Blachowicz acertou alguns bons socos, mas teve dificuldade em lidar com a estatura de seu rival. No segundo round, o austríaco o derrubou logo nos primeiros segundos, mas teve que escapar de um perigoso triângulo do adversário. Por cima, Rakic ​​controlou apenas o restante da rodada.

No terceiro round, os dois lutadores trocaram golpes em pé, mas não acertaram nada muito contundente. Mas em uma cobrança de Blachowicz, Rakic ​​machucou o joelho sozinho e desmaiou, obrigando o árbitro central a interromper a luta.

Amanda Ribas mostra coração, mas perde por decisão dividida

Na subida ao peso mosca (até 57kg) de Amanda Ribas para enfrentar a número 1 da divisão, Katlyn Chookagian, a vitória ficou por conta dos detalhes para a brasileira. Com boa atuação em um confronto bastante equilibrado, o mineiro foi derrotado por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28) no card principal.

Katlyn Chookagian derrotou Amanda Ribas por decisão dividida (28-29, 29-28 e 29-28) – Foto: Getty Images

Não demorou muito para Amanda conseguir uma queda de judô na adversária. Passada a guarda, ela teve dificuldade em controlar o americano, mas se manteve firme e atacou sempre que encontrou espaço. Depois de muita insistência, Chookagian conseguiu varrer e ficar de pé. Na trocação, os dois acertaram alguns bons golpes. Apesar da ampla vantagem do americano, Ribas conseguiu romper o bloqueio algumas vezes.

A luta continuou equilibrada no segundo round, mas Ribas conseguiu uma queda semelhante à do round anterior, faltando três minutos para o final. Desta vez, Chookagian conseguiu fechar a guarda, mas o brasileiro ainda estava ativo no chão. Faltando um minuto, o americano se levantou e desferiu dois duros golpes no rosto de Amanda. No último round, Katlyn controlou melhor a distância com seus jabs e evitou as tentativas de queda da brasileira para levar a vitória.

Pure Bone vence luta agitada contra Jake Hadley

Para quem gosta de jiu-jitsu, a luta entre Allan Puro Osso e Jake Hadley foi um prato cheio. Com muitas reviravoltas no chão e alto nível técnico, o confronto terminou com a vitória do brasileiro por decisão unânime (30-27 triplo) para alcançar seu primeiro resultado positivo desde que foi contratado pelo UFC. Ao mesmo tempo, o peso mosca tirou a invencibilidade do inglês, que já durava oito lutas.

Allan Puro Osso derrotou Jake Hadley por decisão unânime (30-27 triplo) – Foto: Getty Images

O primeiro round foi uma demonstração de técnica de solo dos dois lutadores. Puro Osso foi quem derrubou a dupla, mas eles trocaram a posição dominante algumas vezes e tentaram os ataques para finalizar. Hadley mostrou terreno preciso, mas o atleta da Chute Boxe Diego Lima teve mais tempo de superioridade. No segundo round, Puro Osso conseguiu uma queda rápida e controlou a liderança o tempo todo.

Hadley voltou melhor no último round e caiu por cima atacando o pescoço do rival com um triângulo de mão invertido. Pure Bone tentou a raspagem, mas suas costas cederam. O brasileiro evitou que o adversário colocasse os ganchos e inverteu a posição com muita técnica para ficar por cima. Perdeu a posição, e o inglês voltou a liderar, mas Puro Osso raspou mais uma vez e conseguiu o resultado com ground and pound nos segundos finais.

Spann finaliza a confusão de Cutelaba

Ryan Spann derrotou Ion Cutelaba por finalização a 2m22s do R1 – Foto: Getty Images

Na luta co-principal UFC Blachowicz x Rakic, Ryan Spann aproveitou a corrida de Ion Cutelaba para vencer por finalização aos 2m22s do primeiro round. O americano sofreu uma queda do rival logo no início, levantou-se, mas viu o moldavo tentar novamente de forma desajeitada. Percebendo o pescoço exposto, encaixou uma guilhotina e conseguiu a vitória.

UFC Blachowicz x Rakic
14 de maio de 2022, em Las Vegas (EUA)
CARTÃO PRINCIPAL:
Jan Blachowicz derrotou Aleksandar Rakic ​​por nocaute técnico aos 1min11 do R3
Ryan Spann derrotou Ion Cutelaba por finalização aos 2m22s do R1
Davey Grant derrotou Louis Smolka por nocaute aos 49s do R3
Katlyn Chookagian derrotou Amanda Ribas por decisão dividida (28-29, 29-28, 29-28)
Manuel Torres derrotou Frank Camacho por nocaute técnico aos 3m27s do R1
Allan Puro Osso derrotou Jake Hadley por decisão unânime (30-27×3)
CARTÃO PRELIMINAR:
Vivi Araújo derrotou Andrea Lee por decisão unânime (29-28, 29-27, 29-27)
Michael Johnson derrotou Alan Nuguette por nocaute aos 3m22s do R2
Virna Jandiroba derrotou Angela Hill por decisão unânime (30-27 triplo)
Tatsuro Taira derrotou Carlos Candelario por decisão unânime (30-27, 30-26, 30-27)
Andre Petroski derrotou Nick Maximov por finalização a 1m16s do R1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.