Show do Metallica em BH: horários, como chegar e ingressos – Cultura

Pela primeira vez, a banda Metallica se apresenta em Belo Horizonte nesta quinta-feira (5/12). Após dois cancelamentos por conta da pandemia, o grupo encerra a turnê WorldWired com show no Mineiro. Confira um guia sobre os horários dos shows, como chegar de transporte público, objetos proibidos e se ainda dá tempo de comprar ingressos para ver esse espetáculo histórico.

altura de começar

Os portões do Mineiro estarão abertos às 15h, mas o primeiro show só deve começar depois das 18h. As apresentações de abertura terão o Ego Kill Talent de São Paulo, às 18h30, seguido pela americana Greta Van Fleet, às 19h30. O Metallica deve subir ao palco às 21h.
Mas, desde quarta-feira (5/11), dezenas de torcedores já estavam acampados na entrada do Mineiro para não perder a chance de tentar ver o Show do Metallica em BH de um bom lugar.

Ingressos para o show?

Os ingressos custam de R$ 140 (meia-entrada, assento superior) a R$ 740 (faixa completa, premium) pelo site da Eventim. Corre que até o final desta manhã havia pouquíssimos ingressos disponíveis.

foto da banda Metallica tocando no palco
Metallica se apresenta pela primeira vez em BH, encerrando turnê (foto: Ethan Miller/Getty Images/AFP)

Como chegar a Mineiro

A mostra será no Estdio Mineiro, na Avenida Antônio Abraho Caram, 1001, no Bairro São José. Os organizadores e a BHTrans recomendam que o acesso seja feito preferencialmente de ônibus. Entre as linhas da Move que passam por diversos pontos do centro de BH a caminho da Pampulha estão as 51, 5106, 5401, 64 e 67. Além do transporte público, os aplicativos são opções, mas lembre-se de planejar a volta.

objetos proibidos

  • Câmeras fotográficas ou filmadoras profissionais ou com lente removível
  • Go Pro (ou similar)
  • comprimidos
  • Cartazes de qualquer tipo
  • Guarda-chuva
  • bebidas alcoólicas
  • Materiais ou objetos que podem causar ferimentos; – Armas de fogo ou armas brancas de qualquer tipo
  • Copos de vidro ou qualquer outro tipo de embalagem
  • Fogos de artifício u0301cio
  • Rolo de papel, jornais e revistas
  • Bandeiras e bandeiras com mastro
  • Capacetes de motocicleta ou similares
  • Correntes, cinto%u0303es e pingentes
  • Vestuário ou acesso com partes afiadas que podem ferir
  • Medicamentos ilegais, substâncias tóxicas, medicamentos de venda livre ou produtos compartilhados com outras pessoas por motivos médicos. Quem precisar tomar os medicamentos, deve apresentar uma receita me%u0301dica em seu nome
  • Desodorante, cosmético ou perfume em recipientes com volume superior a 90ml
  • Materiais destinados à fabricação de bombas%u0300 ou que possam causar incêndio%u0302indios
  • Lasers, walkie-talkies e drones
  • Pistolas de água, cadeiras, panfletos e adesivos
  • Animais – exceto cães-guia identificados e acompanhados por deficientes visuais
  • Armazenamento utensi%u0301lios
  • cadeiras ou bancos
  • Apenas %u0303o para tirar uma foto
  • buzinas de ar
  • Mochilas ou malas maiores que 20x30cm
  • Cigarros eletrônicos e dispositivos similares
  • Outros objetos que possam causar riscos, danos ou incômodos, a critério da produção, segurança e policiamento no local.

O Metallica promete repetir a dose com versões estendidas dos clássicos do grupo e canhões de fogo cenográficos para aquecer a noite, que promete frio em Belo Horizonte. O repertório inclui “Procurar e destruir”, “Colheitadeira da tristeza”, “One”, com bis com as músicas “Master of puppets”, “Nothing else matter” e “Enter Sandman”.

A banda passou por Porto Alegre e Curitiba, onde deu à luz durante o show. Na última terça-feira (10/05), a banda de James Hetfield (vocal e guitarra), Kirk Hammett (guitarra), Robert Trujillo (baixo) e Lars Ulrich (bateria) se apresentou em São Paulo, no Morumbi Studio, com 99% do público vestindo preto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.