Por que o mercado de criptomoedas é menos dependente do bitcoin todos os dias

  • Para aqueles que ainda são reticentes em relação às criptomoedas, os tokens são uma boa porta de entrada, pois muitos estão atrelados a produtos reais.
  • A tokenização é uma das ferramentas mais interessantes criadas pela economia digital, pois permite a democratização de investimentos antes restritos a um seleto grupo de pessoas.

Viatina-19. A palavra até soa como o nome de um ativo de criptografia, mas é de uma vaca Nelore de 3 anos. Além de imponente e bonito, em leilão no início de maio durante a Expozebu em Uberaba, metade da Viatina-19 foi vendida por R$ 3,9 milhões. É quase um recorde da indústria. A outra metade permanece nas mãos dos proprietários originais.

E o que um leilão de gado tem a ver com o mundo das criptomoedas?

Muitas coisas. A compradora da Viatina-19 decidiu pagar esse preço por causa de sua linhagem e por ter sido a grande campeã da Expoinel Minas de 2020 a 2022. Além disso, ela é jovem e deve passar sua genética para seus descendentes por muito tempo. Em outras palavras, espera-se que ela tenha filhos – muitos! – que produzem mais carne no menor tempo possível. E que os ovos dela também permitem.

Embora metade do Viatina-19 tenha saído por uma fortuna, há grande expectativa de retorno. É aí que entra o novo economia digital. Para a maioria absoluta das pessoas, é simplesmente impossível pagar cerca de R$ 4 milhões pela metade da nossa estrela do pasto. No entanto, eles poderiam comprar pedaços pequenos – não estou falando de cortes de carne aqui! –, através de fichas.

A tokenização é uma das ferramentas mais interessantes criadas pela economia digital, pois permite democratizar investimentos antes restrito a um seleto grupo de pessoas. Em vez de 50% do Viatina-19 por R$ 4 milhões, as pessoas podiam comprar um token por R$ 100 ou até menos. Além disso, por meio do token, os compradores podem acompanhar melhor seu investimento, com tudo registrado e criptografado.

Como um açao de Um companhia que paga dividendos, o investidores podem ser remunerados pelos ganhos obtidos com a reprodução da vaca. O sucesso do Viatina-19 certamente refletiria no valor do token. E em uma eventual necessidade de recursos, o investidor poderia vender o token no mercado secundário.

claro que existem riscos financeiro. No caso do gado, isso pode incluir doenças e morte prematura do animal, queda no preço da carne ou até mesmo mudanças nos hábitos de consumo. Mas todo produto financeiro está sujeito a riscos, até mesmo a poupança. A vantagem é que esse risco se espalha entre os diversos compradores.

Outro lado positivo da tokenização é a abertura que ela possibilita. Comecei este texto usando o exemplo de uma vaca. Mas poderia usar obras de arte, direitos de jogadores federativos, propriedades, um hotel, empresas ou até campanhas beneficentes. Sim, tudo pode ser tokenizado, até a filantropia.

Há também um aspecto ético. Certamente vegetarianos ou veganos não se sentiriam à vontade comprando um token de uma vaca que produzirá animais perfeitos para o abate. Esse grupo, no entanto, pode se interessar pelo token de uma empresa especializada em produtos veganos. Além do possível retorno financeiro, veganos e vegetarianos estariam apoiando uma causa em que acreditam.

Para aqueles que ainda são reticentes em relação às criptomoedas, os tokens são uma boa porta de entrada porque muitos estão atrelados a produtos reais. Isso dá mais segurança para quem adota o argumento de que as criptos não têm lastro. Por um lado, temos um produto digitalmente rastreável e criptografado. Por outro, um ativo real.

Mas esse lastro nem sempre é real. o mundo de jogos É de metaverso estão lá para provar isso. A quantidade de jogos que pagam aos participantes que avançam nas etapas com um token já é incalculável. Ou aqueles que cobram fichas para os fãs participarem. E há quem faça as duas coisas: cobra e paga.

No metaverso, terras, roupas, carros são comprados com fichas. Como você sabe se um token como o ApeCoin, criado pela Yuga Labs, a casa por trás da coleção de NFTs do Bored Ape Yacht Club, para seu metaverso, Otherside, vai se valorizar?

No caso do aplicativo de saúde Stepn, os usuários são recompensados ​​com tokens para movimentar mais. O lastro seria a receita da venda de terrenos ou o número de usuários, no caso da ApeCoin? E os do Stepn? Os passos que os clientes tomam?

Portanto, o mercado de criptomoedas está cada vez menos dependente de criptomoedas, especialmente o mais importante deles, o bitcoin. Só aqui na MB, já tokenizamos mais de R$ 200 milhões em ativos. Ainda é pequeno dado o tamanho potencial deste mercado. Mas, sem dúvida, será algo que transformará o mercado de investimentos em muito pouco tempo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.