Piloto e passageiros são agredidos por britânicos bêbados em voo para a Grécia

postado em 13/05/2022 21:02 / atualizado em 13/05/2022 21:02

    (Crédito: Youtube/Reprodução)


(Crédito: Youtube/Reprodução)

Um piloto da WhizzAir foi atacado durante um voo para Creta, na Grécia, enquanto tentava parar dois britânicos que estavam socando outros passageiros. que estavam a bordo do avião. No solo, os dois homens foram retirados do voo pela polícia. Um deles tinha sangue no corpo e nas calças nos tornozelos.

O episódio começou por volta das 18h desta terça-feira (5/10), horário em que a aeronave deixou o aeroporto de Gatwick, no Reino Unido. Segundo a tripulação, os dois homens de 30 anos embarcaram bêbados e causou inconveniência durante toda a viagem. Eles até disseram que estavam no aeroporto desde as 10h, quando começaram a beber álcool.

Homens falavam e gritavam, mas não eram violentos. A situação piorou quando um terceiro lhes ofereceu vodka. A dupla começou a se mover e um deles sentou-se no lugar de outra pessoa. Ao receber o pedido para deixar o local, o homem respondeu: “Foda-se”.

“Eles apontavam para todo mundo e diziam: ‘quando sairmos deste avião, vamos esmagá-los’. Além disso, eles fumavam cigarros e vapes o tempo todo.” O sol.

Perto do desembarque, uma aeromoça informou aos homens que a polícia os escoltaria para fora do avião assim que chegassem à Grécia. Foi nesse momento que os homens perderam o controle.

Em meio a gritos, os homens se levantaram quando o avião pousou. Assim que o piloto terminou de posicionar a aeronave, os homens começaram a gritar e xingar os outros passageiros. Eles chutaram e começaram a socar as pessoas, em uma ação que testemunhas classificaram como “caos completo e absoluto”.

Alguns passageiros tentaram segurar os homens, mas sem sucesso. O piloto, avisado do ocorrido, saiu da cabine para atender os agressores e foi atingido pelos socos. A confusão só terminou quando a polícia chegou na aeronave e tirou os homens. Um deles saiu ensanguentado e com as calças nos tornozelos. Veja o início da luta capturada por um dos passageiros:

Briga causou atrasos em voos e danos a passageiros

O que parecia ter sido o fim do incômodo dos demais passageiros era, na verdade, apenas mais uma etapa do incômodo causado pela dupla. Com a agressão sofrida pelo piloto, a tripulação teve que prestar depoimento à polícia, em um processo que durou duas horas.

De acordo com O sol, muitas pessoas perderam um transporte que faz o transfer entre o aeroporto e a cidade de Creta, o que fez com que as pessoas passassem a noite lá. A aeronave que foi palco da confusão também ficou parada por cerca de 24 horas.

Em um comunicado, a WizzAir disse: “A tripulação de cabine lidou com a situação conforme são treinados para fazer e relatou o incidente às respectivas autoridades, que prenderam os passageiros na chegada”.

“A WizzAir pede sinceras desculpas por qualquer inconveniente causado, mas a segurança dos passageiros e da tripulação é a prioridade número um da companhia aérea”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.