Elon Musk suspende temporariamente compra do Twitter

o bilionário Elon Musk, o homem mais rico do mundo, anunciou na manhã desta sexta-feira (13) que está “suspender temporariamente” o processo de compra da plataforma social Twitter – ironicamente, comunicando o fato via Twitter. A compra havia sido anunciada originalmente no final de abril, por um valor de US$ 44 bilhões.

“A negócios com twitter está temporariamente suspenso com detalhes pendentes que comprovam que o cálculo de contagens de spam e fakes realmente representa menos de 5% dos usuários”, twittou o empresário nesta sexta-feira (13), citando uma reportagem de 2 de maio da agência de notícias. Notícias da Reuters, que investigou o número estimado de bots ativos na rede social.

Eliminar spam e atividades de bots foi um dos principais objetivos do chefe da SpaceX e da Tesla ao discutir suas ambições para o Twitter. Ele também disse que planeja tornar o código do Twitter open source no GitHub e adicionar um recurso de edição, entre outras ideias.

Elon Musk compra o Twitter

Em 25 de abril, Elon Musk convenceu o Twitter a vender todo o seu controle da empresa por US$ 54,20 por ação, em uma transação avaliada em US$ 44 bilhões – um prêmio de 38% em relação ao preço de fechamento registrado no dia. Primeiro de abril.

O acordo foi aprovado por unanimidade pelo conselho do Twitter. O CEO da empresa, Parag Agrawal, disse estar orgulhoso do trabalho realizado pelos colaboradores e afirmou que “o Twitter tem uma relevância que impacta o mundo todo”.

Por sua vez, Elon Musk afirma no comunicado que “a liberdade de expressão é um pilar da democracia, e o Twitter é a praça pública digital onde se debatem as questões mais importantes para o futuro da humanidade”. O empresário disse ainda que pretende tornar a rede social “melhor do que nunca” através de novas funcionalidades, tornando os seus algoritmos open source, combatendo bots e dando o certificado de autenticação a todos os utilizadores humanos.

Cheque Binance

Binance contribuído US$ 500 milhões do recente Oferta de US$ 44 bilhões feito por bilionário Elon Musk para adquirir o Twitterde acordo com um documento atualizado do tipo 13D enviado à Comissão de Valores Mobiliários de EUA (ou SEC) — responsável pela regulação do mercado de investimento local.

Changpeng Zhao (ou CZ)CEO de Binancefoi ao Twitter para compartilhar a notícia, adicionando que foi “uma pequena contribuição para a causa”.

Parlamento britânico convida Musk

A compra ainda nem foi finalizada, mas o Parlamento do Reino Unido já convidou Musk para falar sobre seus planos para a rede social.

O CEO da Tesla foi convidado pelo Parlamento do Reino Unido discutir desinformação, proteção ao usuário e liberdade de expressão nas redes sociais.

O convite britânico veio de Julian Knight, deputado que chefia a comissão digital, cultural, esportiva e de mídia da Câmara dos Comuns. O político afirma no convite que está particularmente interessado em detalhes das ideias de Musk sobre como identificar usuários com o selo oficial verificado da plataforma.

“O Comitê tomou nota de sua proposta de aquisição do Twitter e estamos interessados ​​nos desenvolvimentos que você propõe. Em particular, sua intenção de implementar a verificação para todos os usuários ecoa parte da legislação proposta no Reino Unido que busca restaurar a confiança do público nas plataformas digitais”, diz Knight.

*Esta é uma história em evolução e o relatório será atualizado em breve

*Traduzido e editado com permissão de Decrypt.co.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.