Classificação de Ronaldo e Cruzeiro: da agonia à emoção por vaga, corredor de segurança e agrupamento de jogadores | cruzeiro

A estadia de Ronaldo em Belo Horizonte será curta. Mas deve ter valido a pena pelo Fenômeno. Das cerca de três horas e meia que passou no Independência, para acompanhar a classificação do cruzeiro, o atual técnico de futebol da Raposa passou por uma montanha-russa de emoções durante o jogo. Mas, no final, ele saiu com um sorriso no rosto com uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Ronaldo chegou a BH nesta quinta-feira e deve deixar a cidade na sexta-feira. No camarote que costuma ficar no Independência, Ronaldo vivenciou momentos de tensão com o cruzeiro, como no final do primeiro tempo, quando o gol não havia sido marcado e a equipe teve que responder no segundo tempo. Ele nem saiu da área no intervalo.

Assim como na hora dos pênaltis e a mistura de euforia e choque com pênaltis perdidos e acertados. Ao final, após a defesa de Rafael Cabral, ele ainda aproveitou mais um pouco o setor de camarotes, a festa da torcida – que se autodenominava “Tropa do Gordão” – e os jogadores com a classificação.

Ronaldo com família de torcedores do Cruzeiro no Independência – Foto: Gabriel Duarte

– Ronaldo, você é nosso herói

Essas foram palavras ditas por fãs nas rápidas reuniões que tiveram com o Fenômeno para fotos. Na verdade, Ronaldo foi respondendo, na medida do possível, um a um que pedia para ele se cadastrar no Independência.

Ronaldo no Independência pelo Cruzeiro x Remo — Foto: Gabriel Duarte

Banner da estreia do Brasileirão — Foto: Reprodução

Por onde passa, o Fenômeno sempre chama a atenção. Um dos maiores atacantes da história do futebol mundial e responsável pelos gols que garantiram o pentacampeonato mundial da seleção, sempre sofre grandes perseguições.

Portanto, mesmo para chegar e sair do Independência, ele teve que passar por um protocolo elaborado pelos seguranças. Quando chegou ao estádio, estava acompanhado por quatro seguranças.

Entre as chegadas e saídas dos camarotes, outros cinco/seis se juntaram para fazer um corredor de isolamento para que ele pudesse transitar e entrar ou sair do elevador para ter acesso ao estacionamento do estádio.

Ronaldo é cercado de torcedores e seguranças no Independência – Foto: Gabriel Duarte

Após a partida, Ronaldo Fenômeno também esteve no cruzeiro e teve uma breve conversa com os jogadores do elenco. O zagueiro Zé Ivaldo contou um pouco sobre o gedo que o Fenômeno falou para os atletas.

– Ele é um cara diferente. Ele realmente só nos agradeceu pela luta e entrega. E pediu para continuar, porque tem tudo para dar certo.

Mesmo os jogadores de cruzeiro tietam Ronaldo, quando possível. O zagueiro Wagner Leonardo, por exemplo, pediu ao companheiro e goleiro Gabriel Mesquita para tirar uma foto com Ronaldo. O atacante Rodolfo, na porta do vestiário da Raposa, também conquistou um recorde com o Fenômeno.

Wagner Leonardo posa para foto com Ronaldo Fenômeno no Independência — Foto: Gabriel Duarte

No vestiário, outros atletas também registraram a presença do empresário de futebol da Raposa, como Rômulo e Rafael Cabral. Ronaldo deve deixar BH nesta sexta-feira e ainda não tem data definida para seu retorno. Ele deve acompanhar as últimas rodadas da Segunda Divisão da Espanha, no local, esperando ver o Real Valladolid confirmar o acesso.

O podcast é cruzeiro está disponível nas seguintes plataformas:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.