Cinco celebridades que gastaram uma fortuna comprando NFTs | Bitcoin e moedas virtuais

Vocês NFTs fizeram sucesso no mercado de arte digital e geraram grandes números. Isso porque a tecnologia funciona como uma espécie de “certificado de autenticidade digital”, dando originalidade ao produto artístico, seja ele uma foto, música ou vídeo. Como a obra digital é única e pode ser colecionável, os usuários compram NFTs esperando que as peças valorizem e, com o tempo, fiquem mais caras. Seja por essa expectativa de altos retornos financeiros, seja pela popularização dos tokens, os NFTs chamaram a atenção dos famosos.

Celebridades como Justin Bieber, Neymar e Snoop Dogg gastaram milhões de dólares para ter arte digital em suas coleções. A TechTudo listou cinco celebridades que não perderam tempo entrando no mercado de NFTs e gastaram uma fortuna nos tokens. Confira, abaixo, as obras que eles compraram e quanto pagaram por cada uma.

NFTs movimentaram milhões de dólares entre celebridades — Foto: Picture Alliance / Getty Images

Como investir em Bitcoins? Descubra no Fórum TechTudo

O atacante Neymar Jr. é um dos maiores nomes do futebol a entrar no mundo dos NFTs. Em 20 de janeiro deste ano, publicou em seu Twitter uma foto de uma obra de arte do Bored Ape Yacht Club, uma das coleções mais valiosas e populares de arte digital, famosa pelas imagens de macacos. Na ocasião, o craque da seleção brasileira comprou duas imagens.

A postagem de Neymar, que mudou sua foto de perfil para uma arte da coleção, refere-se à compra do token BAY #6633, feito por 159,99 Ethereum (ETH), o equivalente a R$ 2,7 milhões. Sua segunda compra foi BAY #5269, arte também compartilhada pelo jogador nas redes sociais. A imagem tinha um valor de 189,69 ETH, equivalente a R$ 3,29 milhões na época. Ou seja, Neymar gastou quase R$ 6 milhões em NFTs.

Logo após Neymar compartilhar sua compra, o cantor Justin Bieber também entrou no mercado de arte digital. A estrela da música pop se interessou pela coleção Bored Ape Yacht Club e, em 31 de janeiro, compartilhou no Instagram o NFT adquirido. O artista comprou o token BAY #3001 por US$ 1,3 milhão, cerca de R$ 7 milhões na cotação dos EUA na época.

Na época, o preço pago por Bieber foi considerado muito acima do valor de mercado, tornando a transação uma das maiores da história envolvendo tecnologia. Antes disso, o cantor também havia compartilhado, em 15 de dezembro de 2021, sua primeira aquisição de NFTs: a compra de obras de arte de InBetweeners. Na época, Bieber anunciou sua parceria com a coleção, popular pelas imagens de ursos.

Uma das estrelas da música mais conectadas à tecnologia de token não fungível é o rapper Snoop Dogg. Em abril do ano passado, ele até lançou sua própria coleção de NFTs, além de colaborar com o criador de “Nyan Cat”, o meme do gato voador que também virou token e foi comercializado por R$ 3 milhões em 2021. Por outro lado, o artista usou um pseudônimo e movimentou valores extraordinários em transações de NFT sem que muitos soubessem.

O rapper usava o nome Cozomo de’ Medici e até tinha uma conta no Twitter para o pseudônimo, que era um grande colecionador de fichas. Com isso, o portfólio de Snoop Dogg soma mais de US$ 17 milhões, cerca de R$ 83,65 milhões no preço atual, em artes digitais. Os principais NFTs do artista são da coleção CryptoPunks, e o token mais valioso é estimado em US$ 4,6 milhões.

Se Snoop Dogg está acostumado a negociar no mercado de tokens, a cantora Madonna é uma iniciante no mundo dos NFTs. A Rainha do Pop publicou nas suas redes sociais, a 24 de março, que “entrou no metaverso” e adquiriu um token da coleção Bored Ape Yacht Club. A arte adquirida pelo artista foi BAY #4988, avaliada em 180 Ethereum, que, no momento da compra, equivalia a aproximadamente R$ 2,8 milhões.

Em seu anúncio, Madonna também comentou que recebeu ajuda da MoonPay, uma startup de criptomoedas que ajuda empresas a transacionar ativos digitais. Assim que a diva pop adquiriu o token, ela colocou a arte como sua foto de perfil e postou em seu perfil Instagram seu “novo macaco”.

Post Malone é outro rapper ativo no mercado de tokens. O artista gastou quase US$ 1 milhão (cerca de R$ 5 milhões, em conversão direta) em duas obras em novembro do ano passado. A coleção da estrela também inclui dois exemplares do Bored Ape Yacht Club, especificamente BAY #961 e BAY #9039.

Um dos NFTs de Post Malone à venda na OpenSea — Foto: Reprodução/Guilherme Ramos

Ambos os NFTs totalizaram 160 Etherium, que, no momento da compra, equivalia a aproximadamente US$ 734.400, ou R$ 3,6 milhões na cotação atual do dólar. Além de comprar tokens, Post Malone usou NFTs no videoclipe de “One Right Now” com The Weeknd, também em novembro de 2021.

Veja também: Três coisas bizarras que a tecnologia permitiu que você fizesse na última década

3 coisas bizarras que a tecnologia permitiu que você fizesse na última década

3 coisas bizarras que a tecnologia permitiu que você fizesse na última década

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.