Atlético convoca Conselho para votar venda do Diamond Mall em 30 de maio

Consultores Atl
foto: Divulgação/Diamante

Vereadores do Atlético terão reunião para votar a venda do Diamond Mall

Em documento assinado por Castellar Modesto Guimares Filho, presidente do Conselho Deliberativo, o Atlético convocou os conselheiros para uma reunião extraordinária no dia 30 de maio. O motivo: votar a venda de 49,9% do Diamond Mall.

A primeira convocação da reunião está marcada para as 8h, com 2/3 do total de conselheiros (280 pessoas). A segunda chamada, marcada para as 9h, não tem número mínimo de participantes. A votação acontecerá até as 18h do dia 31 de maio.

Para aprovar a venda do percentual remanescente do Diamond Mall, o Atlético precisa de 2/3 do Conselho Deliberativo para votar a favor. Dessa forma, 280 diretores devem concordar com a venda do shopping, no valor de R$ 363,2 milhões (valor divulgado pelo clube durante o Galo Business Day, na semana passada).

Para o conselheiro que não puder comparecer à Sede de Lourdes, será disponibilizado um link de reunião virtual para votação remota. A Secretaria do Conselho Deliberativo disponibiliza senhas individuais para realização das votações.

Fotos do Manto de Massa III, do Atlântico


O Atlético vem apresentando a seus conselheiros diversos estudos para mostrar que a venda do Diamond Mall é uma solução para o clube reduzir dívidas onerosas. No ano passado, o Galo pagou cerca de R$ 87 milhões em juros.

Os juros incidem sobre dívidas envolvendo empréstimos bancários, contratos trabalhistas e de agentes. Em recente estudo enviado aos conselheiros, o Atlético destacou que a venda do Diamond Mall faz parte do plano de recuperação financeira do clube.

“O plano de recuperação da saúde financeira do clube deve ser colocado em prática em tempo hábil. Dado o alto nível de dívidas onerosas, torna-se inviável manter um ativo cuja renda gerada é imaterial diante do endividamento”, diz o estudo.

No estudo também, o Atlético deixou claro que o dinheiro da venda do shopping resolve problemas financeiros. Dessa forma, nenhum investimento será feito no futebol. O valor também não será utilizado para quitar parte da dívida com patronos que ajudaram o clube a construir o time campeão no ano passado.

O Atlético planeja arrecadar entre R$ 270 e R$ 330 milhões com o venda de shopping. Dessa forma, poderia obter entre R$ 50 e R$ 61 milhões em descontos nas renegociações.

Na data será realizada uma segunda votação para alienação de ações de um Fundo de Investimento Imobiliário, único acionista da Arena MRV, a ser dado em garantia da operação bancária. A destinação dos recursos será exclusivamente para a construção do estádio.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.