A Fiat Toro enfrenta a versão renovada do Renault Oroch. Qual deles ganha? | Testes

A dianteira do Renault Oroch 2019 recebeu nova grade e detalhes no para-choque entre as novidades
Guilherme Menezes

A dianteira do Renault Oroch 2019 recebeu nova grade e detalhes no para-choque entre as novidades

Desde a invenção das picapes maiores que a leve e menores que a média há seis anos, Fiat Toro e Renault Oroch são as duas mais vendidas no Brasil. Uma nova onda está prestes a chegar, mas por enquanto, essa dupla reina suprema. Ambos já passaram por reformas e agora se enfrentam em uma luta mais equilibrada do que quando foram lançados.

Oferecido a partir de R$ 137.100, na versão estranho
uma Renault Oroch
recebeu uma série de mudanças e agora tem mais fôlego para enfrentar a campeã de vendas do segmento, Fiat Toro
que começa em R$ 141.651, mas pode chegar a pelo menos R$ 167.659 na versão Volcano 1.3 turboflex, conforme a unidade avaliada.

vamos começar com oroch
, que recebeu as últimas notícias. A principal se deve ao motor 1.3 turboflex
que substitui o 2.0 aspirado com mais eficiência e capaz de dar fôlego e conforto ao caminhão do Renault
juntamente com a transmissão automática CVT, substituindo o antiquado AL4 de quatro velocidades.

São 170 cv e bons 27,5 kgfm de torque a apenas 1.600 rpm, o que significa que, na prática, você terá aceleração mais vigorosa e potência suficiente para ultrapassagens rápidas e seguras, sempre com níveis de ruído muito civilizados. Ou seja, a evolução em relação ao Oroch 2.0
com câmbio automático de quatro marchas é bastante significativo, a ponto de superar o desempenho do ousado rival de Fiat
.

A Toro 1.3 turboflex
continua sendo referência no segmento, mas acabou ficando um pouco atrás do concorrente de Renault
em termos de aceleração de 0 a 100 km/h (9,8 s para Oroch versus 10,7 s para Toro) e consumo, como veremos a seguir.

Segundo o Inmetro, o modelo de Renault
produz 7,4 km/l de etanol na cidade e 7,8 km/l na rodovia, contra apenas 6,6 km/le 8 km/l do caminhão de Fiat
. Com a gasolina, a vantagem do utilitário da marca francesa continua, com 10,5 km/l na estrada e 11 km/l, contra 9,5 km/le 12,2 km/l para o touro
, respectivamente. Nos trechos urbanos, o sistema Start&Stop da oroch
ajuda a reduzir o consumo.

Mas não se trata apenas de desempenho e consumo, pois as diferenças entre os dois captadores médios nesses dois aspectos são pequenas e o oroch
Tem um tanque menor de 45 litros (comparado aos 55 litros da Toro), o que leva a uma autonomia menor (495 na estrada, com gasolina, contra 616 km do rival de Fiat
).

O Toro tem maior distância ao solo para enfrentar obstáculos ao longo do caminho (25,1 cm versus os 21,2 cm do Oroch). E apenas o modelo da marca italiana pode vir com rodas de 18 polegadas, em comparação com as rodas de 16 polegadas da rival. Além disso, o modelo Fiat pode vir com uma série de outros itens que a Renault nem tem como opção.

Fiat Toro pode vir com central multimídia vertical, com acesso à internet como parte do interior arrojado
divulgação

Fiat Toro pode vir com central multimídia vertical, com acesso à internet como parte do interior arrojado

A lista é longa e inclui airbags laterais e de cortina, faróis com lâmpadas de LED, monitoramento da pressão dos pneus, sensores no para-choque dianteiro, volante com ajuste de profundidade
além de banco traseiro bipartido e rebatível, entre outros equipamentos mais sofisticados, incluindo alerta de mudança de faixa indevida.

Está dentro da caminhonete. Renault
As maiores mudanças da linha 2023 podem ser notadas, com velocímetro digital do Captur e central multimídia com tela tipo flutuante (8 polegadas) no meio do painel, ar condicionado digital na versão top de linha estranho
mas mesmo assim não é tão moderno quanto o Toro, que pode vir com internet a bordo, funções controladas por aplicativo de celular e tela vertical de 10,1 polegadas na versão Volcano.

Renault Oroch 2023 é bastante envolvente por dentro, com nova central multimídia, velocímetro digital entre os destaques
divulgação

Renault Oroch 2023 é bastante envolvente por dentro, com nova central multimídia, velocímetro digital entre os destaques

a renovação de Renault Oroch
é louvável e positivo, mas a captação da marca francesa ainda não atingiu o mesmo patamar da Fiat Toro
que também é mais espaçoso, tanto por dentro quanto por fora, com quase três metros de entre-eixos, ante 2,83 do rival, o que afeta a distância entre os joelhos de quem senta atrás e as costas dos bancos dianteiros. Na caçamba Toro, são 937 litros e na Oroch, apenas 683 litros.

Conclusão

Entre toro e oroch
, mesmo com as novidades na picape da marca francesa, a primeira acaba vencendo. Mas a diferença entre os dois diminuiu até mesmo pelo preço do Renault
que acabou sendo atraente e com boa relação custo-benefício.

No entanto, a vida útil do modelo Fiat
Não será fácil daqui para frente. Vários concorrentes estão a caminho. um deles é o Chevrolet Montana
que tem lançamento previsto para 2023.

O modelo do Caoa Chery, que será baseado no Tiggo 7 Pro
. E a VW
ainda tem planos de lançar o Tarok
mas o projeto ainda está engavetado e não deve sair do papel tão cedo após o recente anúncio de que fará apenas um versão renovada do Amarok
na Argentina, sem falar nos novos modelos.

Ficha de dados

Fiat Toro Vulcão T270

Preço: a partir de R$ 141.651

Motor: 1.3, quatro cilindros, turboflex

Potência: 180 cv (E) / 185 cv (G) a 5.750 rpm

Torque: 27,5 kgfm a 1.750 rpm

Câmbio: Automático, seis marchas, tração dianteira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / multi-link (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteiro) / tambor (traseiro)

Pneus: 225/60 R18

Dimensões: 4,95 m (comprimento) / 1,85 m (largura) / 1,74 m (altura), 2,99 m (distância entre eixos)

Tanque: 55 litros

Balde: 937 litros

Consumo de gasolina: 10,7 km/l (cidade) / 9,7,4 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 10,7 segundos

Velocidade máxima: 201 km/h

Renault Oroch 1.3 Outsider

Preço: a partir de R$ 137.100

Motor: 1.3, quatro cilindros, turbo, flex

Potência: 162 cv (G) / 170 cv (E) a 5.500 rpm

Torque: 27,5 kgfm a 1.600 rpm

Transmissão: Automática, CVT, tração dianteira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / struts (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteiro) / tambor (traseiro)

Pneus: 216/65 R16

Dimensões: 4,72 m (comprimento) / 1,63 m (largura) / 1,83 m (altura), 2,83 m (distância entre eixos)

Tanque: 45 litros

Balde: 683 litros

Consumo: 10,5 km/l (cidade) / 11 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 9,8 segundos

Velocidade máxima: 189 km/h

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.